domingo, julho 18, 2010

O amor está em todo lugar


Há pouco tempo escrevi que seres humanos não caem do céu. Um leitor contou uma história linda pra me dizer que caem sim, e eu tive que rever minha afirmação. Ele está certo: caem do céu e nós, muitas vezes, nem nos damos conta do presente que recebemos do Universo. Esquecemos de agradecer. Empreendendo uma nova jornada em minha vida, reconheço que tenho recebido pessoas maravilhosas em meu caminho. Cada uma, a seu jeito, me dá um pouco de si e se mistura ao que sou, tornando-me mais forte e inteira.
Essas “aparições” chegam com um sorriso, uma mensagem carinhosa, a indicação de um livro, um comentário, um telefonema, um café, um abraço forte, a possibilidade de compartilhar um trabalho, a companhia para um caminhada, entre muitas outras formas. Em comum, o sentimento amoroso que fica em meu coração, e a força que transmitem. De fato, sinto-me “mais grande” a cada um desses presentes que recebo.
Tenho encontrado respostas que procurava há muito tempo, sentimentos que considerava inexistentes, ajuda para continuar quando estou muito cansada e conexões que sequer imaginava possíveis. Estou mais inteira e não me divido mais em duas, três, quatro para atuar em meus diferentes papéis. Cada vez mais, ajo com inteireza, seja como profissional, mãe, amiga, escritora (começo a aceitar esse novo papel), entre tantas outras “atuações”. Acolhendo os presentes da vida, conheci um novo tipo de amor, que se reflete no meu interior, de forma que, às vezes, me pego enlevada de mim. No início, achava que era narcisismo; hoje, acho que é amor próprio.
Confesso que esse transbordamento de amor não é contínuo: há momentos em que dá lugar ao vazio, às expectativas que não se realizam, à vontade de desistir do caminhar, à sensação de solidão. Mas é só uma questão de olhar. Acontece quando me esqueço de quem sou! Relembrando, agradeço e continuo recebendo os presentes da vida e a possibilidade de me sentir tão plena de amor!
*O quadro é da amiga e leitora Eliane @emrismael www.corearte.com , uma das pessoas amorosas que cruzaram meu caminho recentemente.

7 comentários:

Anônimo disse...

Boa tarde,minha querida,Mônica!

Adorei !Alias,disse que ficaria sua fã não foi?Todo dia dou uma cheggadinha aqui.
Tinha certeza que iria me deliciar com suas palavras,sempre que tivesse vontade de ler algo interessante, bonito e de grande sensibilidade.
O amor cai do Céu sim, e surge tambem nas palavras de pessoas sensiveis como você.Parabens!
Dirlene Guarulhos Bjs♥

Eliane disse...

Minha Querida Mônica! Boa tarde, li seu texto lindo e maravilhoso somente agora, pois saí bem cedinho, estava em Ribeirão Preto. Eu prezo muito as minhas amizades, e tenho orgulho de ter uma amiga como você!
Fiquei emocionada e muito feliz de ver novamente o seu texto enfeitando a minha tela! Pena que não sei escrever tão bem quanto você. Mas saiba, que fiquei mais feliz ainda, pela sua dedicatória e que agradeço a Deus por você ter aparecido na minha vida, pois é uma das pessoas mais sensíveis, amorosas e inteligentes que conheci! Um anjo em forma de gente que caiu do céu para mim!
Beijos e fique com Deus.
Eliane (www.corearte.com)

S_Moura disse...

Passando para conhecer o blogo, por indicação da amiga Elaine!
Parabéns pelo bom gosto e sensibilidade das palvaras! Com certeza voltarei outras vezes!
Bom começo de semna!

Anônimo disse...

Boa noite, Mônica!

Lindo texto! É realmente maravilhoso encontrar seres humanos que, assim como você, cruzam o nosso caminho de repente, e através das palavras, nos leva a refletir e acreditar que realmente as pessoas "caem do céu".
Obrigada por esses presentinhos para a alma.
Bjos.
Cláudia (anjinhacx)

LP Coach disse...

Mônica
pelos comentários em seu blog vi o quanto você tem caído do céu para tantas pessoas. E ai bateu um curiosidade: como tem sido esta experiência de cair do céu impactando positivamente a vida de tanta gente?

Dagui disse...

Também quero saber como se sente falando tão fundo ao coração das pessoas!
Está aprovadissíma como escritora,vamos lá...
Beijos

Mônica disse...

Qdo vi a pergunta do Luciano pensei na minha grande questão: esta é uma atividade egóica? E a minha resposta veio de dentro e imediata/: NÃO. Na verdade, acredito que esta interação só se dá porque falo, de fato, do fundo - e muito fundo - do meu coração. Como acredito que somos UM com o Universo, acredito tb que qdo tocamos a nossa essência, acabamos por alcançar outras pessoas. O melhor disso tudo é que, afetando outras pessoas, afeto acima de tudo a mim mesma! O blog tem sido, pra mim, grande canal de cura e de realização: verdadeiro Real Valor.
Grande abraço p/ todos! E minha profunda gratidão!

Postar um comentário

Compartilhe o que você pensa sobre o que acabou de ler! Ficarei feliz em podermos "conversar" um pouco!

Web Statistics